Mais leitos serão disponibilizados para tratamento de pacientes com coronavírus em Barueri

Mais 90 leitos serão providenciados. Hoje, HMB tem 60 (Foto:Lourivaldo Fio/Secom)

A Prefeitura de Barueri disponibilizará mais leitos no Hospital Municipal para o tratamento de pacientes com novo coronavírus (Covid-19) na cidade. O anúncio foi feito no começo da tarde desta sexta-feira (20) pelo prefeito Rubens Furlan em suas redes sociais.

Segundo último boletim divulgado pela prefeitura, a cidade tem hoje quatro casos confirmados e 77 suspeitos. Mas, como publicado pela Folha de Alphaville, a reportagem apurou que, no bairro de Alphaville, teriam mais três pacientes positivos: um morador do Beat Alphaville, um do Duplex House e um do One, o que totalizaram sete casos. As informações foram confirmadas com síndicos e por meio de comunicado emitido pelos condomínios.

De acordo com Rubens Furlan, atualmente são 60 leitos destinados para pacientes no município. "Estamos providenciando mais 90 para fechar em 150 leitos. Além disso, vamos tentar chegar a 50 na UTI. Estamos fazendo todos os esforços para adquirir os equipamentos necessários para atender as pessoas", afirmou.

O prefeito explicou que, pessoas que tenham sintomas relacionados ao vírus, devem se deslocar para uma Unidade Básica de Saúde (UBS), evitando ir até o pronto-socorro central, o Sameb."As UBSs estão com alas especiais para atender pacientes com suspeita da doença. O médico vai fazer o diagnóstico e indicar ou que a pessoa faça isolamento domiciliar ou seja encaminhada ao Hospital Municipal, dependendo do caso", explicou.

Ele avaliou ainda que  muitas pessoas ainda não estão levando a sério esta situação. "Sinto que há uma resistência em seguir as recomendações do Ministério da Saúde. Mas este é o momento de ter prudência e ficar em casa", ressaltou.

Comércio aberto

Durante o pronunciamento, o prefeito Rubens Furlan esclareceu que não decretou o fechamento dos comércios da cidade, mas sugeriu que os comerciantes busquem modelos que evitem aglomerações.

"A nossa recomendação é que, aqueles que puderem fechar os estabelecimentos, fechem. Este é um apelo. Mas, se for necessário, vou fazer um decreto para fecharem os comércios", apontou.

Até o momento, o que a prefeitura fez foi limitar o horário de funcionamento de bares e similares até as 20h, segundo decreto publicado nesta quinta-feira (19) no Diário Oficial.

Veja mais notícias sobre Cidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 03 Abril 2020

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário