22/12/2017
POLÍTICA
Obra na Paiol continua mesmo com atraso na remoção dos postes 
Se os postes não forem removidos até o final do contrato, prefeitura deve intervir
Katherine Cifali
Cautela. Enquanto os postes não são removidos e a obra não é concluída, quem sofre é o motorista. Foto: Victor Silva/Folha de Alphaville

Nos últimos dias fotos da obra na avenida Paiol Velho “viralizaram” nas redes sociais. Muitos moradores questionaram o projeto de duplicação da via. Ao passo que o trecho em Barueri está pavimentado, postes da AES Eletropaulo continuam lá, no meio do caminho.

“Todos os dias eu passo na via e penso: ‘Essa obra vai me surpreender’. Não consigo entender o que eles estão fazendo”, relata a moradora Leticia Vieira Aguiar.

A demora na remoção dos postes da AES Eletropaulo na avenida era uma das maiores preocupações da empreiteira N.F. Motta Construção e Comércio, ganhadora da licitação de Barueri para realizar a obra de duplicação da Paiol.

“Desde o início do projeto estamos prevendo isso. Eles ficaram de tirar os postes no domingo, 17, mas não vieram. Tivemos que continuar com o cronograma” o engenheiro civil e responsável pela obra, Luiz Antônio Pinheiro.

Ainda no aguardo de uma equipe da concessionária para remover os postes, a empreiteira colocou apenas a camada inferior. “Ainda falta a camada de acabamento. Esperamos que eles retirem os postes antes de começarmos a fazer a última camada, em janeiro. Assim que eles tirarem os postes, vamos ter que tapar os buracos e depois colocar a última camada. Um retrabalho, mas não podemos deixar que a AES Eletropaulo nos atrapalhe e atrapalhe o cronograma”, diz o engenheiro civil e responsável pela obra, Luiz Antônio Pinheiro, que espera entregar a obra pronta até final de janeiro, mês que expira o contrato com a prefeitura.

Mas se os postes não forem removidos até o final do contrato, a prefeitura deve intervir. Segundo Pinheiro, esta não é uma decisão da empreiteira.
“Não sabemos, mas se os postes ficarem lá quem vai decidir se continuamos ou não a obra é a prefeitura. Somos contratados dela. A prefeitura que deve decidir o quew será feito”, finaliza o engenheiro.

Procurada, a AES Eletropaulo não respondeu aos questionamentos da reportagem até o final desta edição.

O projeto consiste em transformar a pista, sentido São Paulo, em duas, cada uma com 7 metros e a mureta de concreto, que já está pronta, dividirá as faixas centrais da avenida. As obras de duplicação da Paiol continuam em dias da semana, com exceção de feriados, das 8h às 17h. A via ainda não está pronta, porém um trecho foi liberado para o fluxo viário.

Em Parnaíba, as obras compreendem o trecho da rotatória da av. Marcos Penteado de Ulhôa Rodrigues com a al. América até a divisa com Barueri. No total, serão 870 m² de duplicação na parte da cidade. A construtora Fenix, ganhadora da licitação, é a responsável pela execução do projeto.

O objetivo é desafogar o trânsito do Polo Industrial Tamboré e do acesso à Marcos Penteado e av. Mackenzie, em Barueri. A conclusão do projeto em Parnaíba está prevista para no máximo fevereiro de 2018.