22/12/2017
POLÍTICA
Elvis e Furlan planejam obras e avanço econômico em 2018
Em entrevistas exclusivas, prefeitos falam dos desafios e perspectivas para o novo ano
Lucia Camargo Nunes
Lutas. Obras viárias na região serão algumas das

Em seu quinto ano de gestão à frente de Santana de Parnaíba, Elvis Cezar (PSDB) nem parece que está às vésperas do Natal. O prefeito recebeu a reportagem após uma rápida viagem à Itália e, embora cansado, quase sem voz, mostrou sua empolgação para falar de 2017 e os planos para 2018.

Elvis esteve na região de Lazio. “Fizemos também pré-acordo de cooperação tecnológica para uma missão de empresários italianos a Parnaíba e vice-versa”, afirma. “Outra porta que abriu foi com o embaixador Antônio Patriota e os Setores de Promoção Comercial na Itália (Secoms), braço técnico da embaixada, responsável pelas relações de negócios entre os países, e departamentos técnicos para montar essas missões de cooperação internacional”, complementa.

O objetivo desses encontros é nos próximos meses montar uma comitiva de empresários italianos que quiserem investir na Região Metropolitana de São Paulo. Elvis, aliás, acaba de ser reeleito por mais um ano presidente do Cioeste – o consórcio intermunicipal da Região Oeste. Para 2018, seu plano é realizar uma feira de negócios com as dez cidades do consórcio e trazer agências de fomento da Europa, especialmente da Espanha, Itália e Portugal, além de Mercosul, para investir na região. E por que esse interesse de fora? “Dentro do Estado temos uma competição de oportunidades e lá fora tem um mercado forte e pouco explorado, de empresas médias”, explica o tucano.

Em relação a Alphaville, Elvis fala com tranquilidade que realizou o que havia planejado no ano. “Realizamos tudo, e até mais, a obra Paiol Velho não estava nos planos este ano e foi lançada, a iluminação de LED avançamos muito e vamos ter LED em Alphaville inteiro em 2018”, ressalta. “Não conseguimos avançar com os semáforos inteligentes, mas não estava projetado. E temos serviços públicos operando com eficácia, como Bombeiros e Unidade Básica de Saúde, que prestam bom serviço.

Ao lado, o prefeito com o embaixador na Itália, Antonio Patriota, na semana passada: em busca de novos negócios. Reprodução Facebook

Para 2018 seu governo quer seguir no projeto da nova ponte, na divisa com Barueri, pela Via Parque. “Quando se fala de ponte é uma obra de alto custo, vamos avançar no diálogo com Barueri e nas possibilidade de, se precisar, buscar ajuda do Estado. Depois que definirmos o projeto teremos clareza maior.”

E no plano de mobilidade urbana em Alphaville, o prefeito quer melhorar o serviço de transporte coletivo. “Estamos estudando fazer um subterminal rodoviário no eixo da Marcos Ulhoa. Alphaville vai crescer de uma maneira sustentável e planejada”, reforça.

Outro ponto que o prefeito diz ser relevante é “lutar pelo projeto de nova saída de Parnaíba para a Anhanguera e, também, para o Rodoanel, pelo Tamboré.” A luta, ele detalha, é convencer o Estado da importância de abrir esse caminho. “Santana de Parnaíba e região são importantes para o Estado pela boa infraestrutura. Se as empresas não encontrarem ambiente favorável o Estado pode perder para outro”, explica.

Outra “batalha” que Elvis diz estar empenhado à frente do consórcio são as obras de alargamento de pistas na rodovia Castello Branco. O custo da obra seria zero para Estado e municípios, porque seria arcado pela concessionária CCR, que, em contrapartida, teria uma a extensão do seu contrato de concessão. “Estamos liderando esse pedido, estamos há 4 anos nesse projeto, de fundamental importância para destravamento de Barueri, nossa porta fica descongestionada. Nosso eixo é o que mais cresce no Brasil. Com essa obra vamos ter um salto gigantesco de desenvolvimento”, finaliza Elvis.

Rubens Furlan

O retorno de Rubens Furlan (PSDB) à prefeitura, em 2017, ocorreu em um momento não muito favorável. Além das mudanças no ISS, que entram em vigor no próximo ano, e vão gerar perdas de mais de R$ 300 milhões à arrecadação da cidade, Furlan teve de enfrentar as manifestações e intervenção do Hospital Municipal, obras atrasadas e até um processo que pedia a perda de seu mandato.

Por outro lado, o tucano, bem alinhado com as ideias e os projetos do prefeito da vizinha Santana de Parnaíba, Elvis Cezar (PSDB), conseguiu finalmente concluir uma das obras mais importantes para Alphaville e região dos últimos anos, que foi a duplicação da Via Parque.

Também na parceria dos tucanos, Barueri avançou com a obra da avenida Paiol Velha, outra antiga reivindicação de local de congestionamentos.
Furlan ficou devendo instalar o LED por todo o Alphaville, resolver as enchentes no Tamboré e enterrar os fios – ou pelo menos organizá-los nos postes.

“O que não concluímos este ano, e é o nosso desafio para 2018, é o projeto da saúde. Não conseguimos ainda deixar do jeito que a gente deseja porque ela estava muito ruim. Um exemplo é o Hospital Municipal, que para recuperá-lo tivemos demanda judicial de quase seis meses.

Queríamos indenizar todos os funcionários, mas, sem uma determinação judicial, não podíamos porque esses recursos já tinham sido repassados para essa finalidade. Assim que saiu a decisão judicial, pagamos e iniciamos a recuperação do hospital”, explica o prefeito.

E Furlan vai além. “A saúde já melhorou muito neste ano, hoje a saúde em Barueri é infinitamente melhor do que era em janeiro e está entre as melhores do Estado. Mas o nosso desafio é transformar a saúde de Barueri na melhor saúde do estado de São Paulo.”

A meta é expandir mais serviços na cidade. “Já estamos construindo o Centro de Diagnósticos, que vai ter os equipamentos mais modernos do país e deve ficar pronto até julho do ano que vem. Em poucos meses, vamos iniciar a construção também do Centro de Especialidades, com mais de 85 consultórios de médicos especialistas para formar uma rede eficiente e colocar a saúde do nosso município entre as melhores do país”, ressalta.

A região de Alphaville e Tamboré também está nos planos do prefeito. “Já melhoramos a segurança com a instalação de equipes da Guarda Municipal no posto da alameda Rio Negro, aumentamos o número de câmeras de monitoramento e o trânsito já melhorou com o alargamento da Via Parque e vai melhorar ainda mais com a conclusão do viaduto da alameda Araguaia e da duplicação da avenida Paiol Velho”, conclui.