04/08/2017
ESPORTES
Equipe de Alpha terá seis pilotos nos Sertões
 Bianchini estará no comando com cinco motos e um quadriciclo
Adhemar Pereira, o Índio, segue para a sua sétima participação: 'É o meu Carnaval', brinca (Fotos: Ricardo Leinz/Divulgação)

A Bianchini Rally se prepara para mais uma participação no Rally dos Sertões, que este ano chega à sua 25ª edição. No ano em que completa 12 anos, a equipe disputará a maior prova off-road do país com 5 pilotos nas motos e um nos quadriciclos. Nas motos estarão Adhemar Pereira “Índio” (KTM Réplica 450), Marcos Colvero (KTM 500 Six Days) Yuri Aizemberg (Husqvarna TE 450), André Guerra (Husqvarna 450) e o estreante Luis Henrique Rodrigues (KTM 500 Six Days). Já nos quadris, pelo 2º ano consecutivo, o uruguaio Javier Fernandez (Can Am Renegade 4x4 800cc) que segue para 6ª participação.

A prova será de 19 a 26 de agosto, com largada em Goiânia (GO) e chegada em Bonito (MS), e um percurso de 3.300 km, dos quais 1.999 de trechos cronometrados (Especiais). No comando do time estará Fabrício Bianchini, morador de Alphaville, que diferentemente das 14 edições quando participou como competidor (11 vezes nas motos e três nos carros), desta vez, irá como chefe de equipe.

“Não estarei pilotando esse ano, mas nos bastidores acompanhando e orientado a todos no que for preciso. Tem gente nova no time, outros que estão retornando e até um atleta que fez parte da Seleção Brasileira de Atletismo por 15 anos e que vai nas motos. Além do prazer de contar com o Javier, cuja trajetória é sempre um aprendizado para nós”, afirma piloto, morador e empresário de Alphaville.

No ano passado, Bianchini fez estreia como piloto na categoria Carros, ao lado do navegador Caio Santos e garantiram o 2º lugar na Protótipos T1 e 6ª dupla mais rápida na geral. A Bianchini Rally é pioneira a ter o selo no grid do Rally dos Sertões. Nasceu em 2005, quando Fabrício Bianchini decidiu montar sua própria equipe que tem sede em Alphaville.

Fabrício será "chefe"