01/08/2017
ECONOMIA
Franquia chega a Alphaville
O novo negócio planeja a instalação de 66 projetos por ano pela unidade da Grande São Paulo
Haydée Eloise Ribeiro
"Região tem potencial para geração de energia solar fotovoltaica", segundo José Guilherme Novaes (Foto: Victor Silva/Folha de Alphaville)

C om investimento aproximado de R$ 300 mil e expectativa de retorno em até 24 meses, a Blue Sol Energia Solar, especializada em energia solar fotovoltaica, inaugura no começo de agosto sua 1a unidade franqueada da Grande São Paulo, no Shopping Flamingo.

A empresa é especializada no desenvolvimento de projetos, instalação de sistemas de energia solar fotovoltaica, capacitação de empreendedores e mão de obra para o setor. A franquia de Alphaville é a 5ª unidade da marca a entrar em operação. A Blue Sol Energia Solar prevê chegar a 20 franquias até o final de 2017.

“A região tem muito potencial para geração de energia solar fotovoltaica, especialmente para microgeração de energia distribuída, que é aquela em que o consumidor gera a sua própria energia, em sua residência”, diz o empresário e franqueado José Guilherme Novaes.

Segundo Novaes, o potencial se dá em função de alguns fatores. “O primeiro é o sol; a região tem excelente irradiação solar. Além disso, é repleta de condomínios horizontais, com casas que consomem mais energia em comparação a apartamentos”, afirma.

A região ainda preza por atendimento de alta qualidade. “Por último, vejo que as pessoas, por terem mais acesso à natureza, valorizam mais a sustentabilidade. Ou seja, é uma região que consome bastante energia, tem disponibilidade de sol, muito telhado, pouca sombra e, principalmente, muita gente conectada e aberta à sustentabilidade, que preza pela qualidade de serviço e gosta de economizar”, destaca.

O empresário ressalta que ainda há bastante desconhecimento em relação ao tema, principalmente devido à confusão com energia térmica para aquecimento de água. “Muita gente acha que energia solar fotovoltaica é aquela usada para aquecer piscinas, por exemplo. Ela gera eletricidade para qualquer finalidade. O principal benefício tangível é economia imediata na conta mensal de energia de 95%, em média”, explica.

Segundo Rafael Cafolla, gestor de franquias da Blue Sol Energia Solar, são 75 milhões de consumidores de energia elétrica no Brasil e oito mil sistemas fotovoltaicos conectados à rede elétrica. “A previsão oficial é que, em 2024, seja 1,2 milhão. Se isolarmos a região da franquia, são mais de 1 milhão de consumidores”, diz Cafolla.

Novaes destaca que o Brasil tem uma das regulações mais modernas neste mercado. “Esta regulação permite várias modalidades de geração de energia, como a remota. Você pode ter seu sistema funcionando no telhado de casa, gerando energia para sua residência e também para seu escritório”, destaca ele.

A Blue Sol Energia Solar prevê chegar a 20 franquias até o fim do ano