12/06/2017
ECONOMIA
Até 23 de julho, mostra foca no essencial
Sustentabilidade, gastronomia e educação norteiam a edição de 2017
Haydée Eloise Ribeiro
Casa sustentável, por Mariana Crego. Painéis fotovotaicos que captam luz solar e geram energia, no reúso de água da chuva e no revestimento na cozinha, que reaproveita lâmpadas fluorescentes

Com o tema Foco no Essencial, a 31ª edição da mostra paulistana apresenta esse ano 69 ambientes em 15.673 m². A Casa Cor SP 2017 ganhou mais uma semana e vai até o dia 23/7.

O evento caminha para alcançar metas ambientais até 2020. O objetivo é aumentar os números de economia de recursos gerados na mostra. Em 2016, foram 1.924 toneladas de reaproveitamento de resíduos, cerca de 90% do total. A mostra traz a 2ª edição da Casa Sustentável, que está cumprindo requisitos para aquisição do Selo Aqua, concedido a construções que economizam recursos naturais e respeitam o meio ambiente.

Uma agenda de atividades com aulas com chefs renomados e convidados, jantares e degustações acontecem na Casa Cor. O público conta ainda com cursos em parceria com o Instituto Europeu de Design, que abordam inovação em design de interiores.


Casa Cor 2017: Até 23 de julho
Terça a domingo, das 12h às 21h
Local: Jockey Club de São Paulo
Av. Lineu de Paula Machado, 1.075, Cidade Jardim
Ingressos: De terça a quinta-feira
Inteiro: R$ 56 / Meia entrada: R$ 28
Sexta, sábado, domingo e feriados
Inteiro: R$ 70 / Meia entrada: R$ 35
Passaporte único: R$ 165
Valet: R$ 35
www.casacor.com