20/04/2017
ECONOMIA
Grupo de tecnologia espera mais avanços
Empresa iniciou o ano financeiro de 2017 com número de pedidos maior
Em 2016, a Freudenberg investiu R$ 22,7 milhões na América do Sul, sendo R$ 18,2 milhões no Brasil. Ao lado, Mohsen Sohi, CEO do grupo

O Grupo Freudenberg, presente em Alphaville com um escritório corporativo e com a fábrica da Klüber Lubrication, continuou crescendo de forma lucrativa em 2016 apesar das condições desafiadoras em vários segmentos de mercado e regiões do mundo. O grupo global de tecnologia alcançou vendas de R$ 32,6 bilhões, com base na consolidação pró-rata de joint ventures. Esses números representam um aumento de 13,5% em relação a 2015.

“Estamos no caminho para nos tornarmos um dos mais inovadores e amplamente diversificados grupos globais de tecnologia”, disse o Dr. Mohsen Sohi, CEO do Grupo Freudenberg. “Continuamos a crescer de forma rentável e sustentável e a implementação de nossos projetos estratégicos está ocorrendo totalmente de acordo com nossos planos.”

O aumento nas vendas e no número de colaboradores pode ser atribuído em grande parte à aquisição dos 50% da participação na Vibracoustic em julho. O Grupo Vibracoustic é o líder mundial de mercado e tecnologia de componentes de controle de vibração e módulos para a indústria automotiva global. Como único acionista, a Freudenberg tem maior flexibilidade para desenvolver a empresa estrategicamente. No Brasil, a Vibracoustic tem site em Guarulhos.

O grupo iniciou o ano financeiro de 2017 com número de pedidos ligeiramente maior, alinhado ao cenário de mercado. No entanto, a situação macroeconômica continua desafiadora, especialmente na América do Sul. Ao mesmo tempo, novos desenvolvimentos tecnológicos exigem novas soluções – de veículos elétricos a direção autônoma no setor automotivo até conceitos viáveis para energias renováveis e a implementação da Indústria 4.0. O Grupo Freudenberg espera crescimento orgânico nas vendas entre 1 e 3% e lucro operacional ligeiramente superior a 2016. Quase todas as empresas deverão contribuir para este desempenho.