12/06/2017
COLUNISTAS
Tabagismo - apague esse vício  
Colunista da Folha de Alphaville

Afumaça do cigarro é tão prejudicial quando a expelida pelo escapamento de um automóvel. Enquanto o escapamento libera de 30 a 80 mil ppm (partículas por milhão) de monóxido de carbono, o cigarro emite de 20 a 60 mil ppm! Para Organização Mundial da Saúde, o tabagismo é terceira causa de morte evitável em todo o mundo. Mata mais que aids, alcoolismo, cocaína, heroína e acidentes de trânsito juntos. Das mais de 4.800 substâncias químicas que são liberadas durante a combustão do tabaco, cerca de 60 são cancerígenas. E a nicotina, que não provoca câncer, induz ao vício.

O tabagismo pode causar câncer de pulmão, enfisema pulmonar, bronquite crônica, doenças cardiovasculares, aneurismas arteriais, úlcera do aparelho digestivo, infecções respiratórias, trombose vascular, amarelamento dos dentes, envelhecimento da pele, mau hálito, perda do fôlego e queda da resistência física e do desempenho esportivo. Além disso, há o risco de impotência sexual, infertilidade, câncer do colo do útero, menopausa precoce e dismenorreia. Um estudo do Departamento de Psiquiatria da Universidade de Michigan revelou que o consumo contínuo de tabaco torna o pensamento mais lento e reduz o QI.

O tabagismo é responsável por 4,9 milhões de mortes anuais em todo mundo, e a incidência de tabagistas entre mortos pelas causas mais conhecidas é assustadora. Veja a porcentagem de fumantes detectada nas principais causa mortis: Câncer de pulmão: 90%; Bronquite e enfisema: 85%; Bronquite crônica: 40%; Outros tipos de câncer, como de boca, laringe, faringe, esôfago, pâncreas, rim, bexiga e colo do útero: 30%; Doenças coronarianas: 25%; Doenças vasculares: 25%.

A mulher que fuma na gestação pode ter desde descolamento prematuro da placenta e hemorragia, levando a um aborto, até nascimento prematuro da criança, com baixo peso. E a criança poderá manter quadro de baixo peso e apresentar distúrbios de desenvolvimento motor e intelectual. Se a mãe parar de fumar na amamentação, o bebê pode apresentar sintomas da síndrome da abstinência, como irritabilidade, choro fácil e tremor de braços e pernas. Atenção: bebês cujos pais são fumantes apresentam 5 vezes mais risco de morte súbita sem causa aparente.  Antes de acender um cigarro, olhe à sua volta, pense no futuro e desista da ideia. Lembre-se de que, fumando um maço de cigarros por dia, por mais de dez anos, você está jogando fora, em média, cinco anos de vida.




Dr. Lair Ribeiro, palestrante internacional e autor, é médico com mestrado em Cardiologia. Ele viveu 17 anos nos Estados Unidos, onde realizou treinamentos e pesquisas na Harvard Unversity, no Baylor College of Medicine e na Thomas Jefferson University e foi diretor da Merck Sharp & Dohme e da Ciba-Geigy Corporation.Com uma dinâmica particular, atribuída tanto ao seu poder de comunicação quanto ao compromisso de fazer a diferença na vida de quem o estiver lendo ou assistindo, Dr. Lair Ribeiro já escreveu vários livros que se tornaram best sellers no Brasil e em países da América Latina e da Europa e se apresentou em mais de 20 países e de 200 cidades brasileiras.