05/01/2018
COLUNISTAS
Capacidade Empreendedora
Colunista da Folha de Alphaville

Como é cativante e ao mesmo tempo impressionante a capacidade humana de conceber ideias e se apaixonar com ímpeto para transformá-las em realidade! 

Deparo-me com esta ânsia quase todas as semanas por intermédio de jovens de todas as idades que me procuram para apresentá-las, quase sempre revolucionárias em suas concepções e idealizações.

Este canal com empreendedores se abriu através do desejo permanente e ao mesmo tempo inconsciente, como quase tudo na vida, de lidar com a inovação, e posso afirmar que é enriquecedor!

Aprendi com a vida que precisamos prestar atenção nos sinais e aproveitá-los para abrir novas portas, assim dedico algumas horas por semana para semear as ideias e cultivá-las, sempre em locais diferentes, cercado de amigos, muitas vezes pela manhã através de um delicioso café. Nada melhor!

Antes de tudo é importante mencionar que historicamente os cafés tiveram uma importância fundamental para o nascimento do iluminismo – celeiro de idéias e inovações.

Uma ideia nada mais que uma rede de neurônios estabelecendo uma sincronia um com o outro dentro do nosso cérebro de acordo com o pesquisador Steve Johnson.  Literalmente as construímos como um quebra cabeça.

Ao criarmos este movimento inicial, desdobramo-nos à procura de novas peças que se constroem, muitas vezes por intermédio de sugestões ou percepções de outras pessoas, e assim vamos costurando novas formas, criando algo novo.  

Muitas inovações criadas pela humanidade não resultaram de prodigiosos talentos individuais ou de mentes superiores, pelo contrário, elas surgiram em ambientes capazes de se produzir pela troca de experiências entre as pessoas.

A imagem que temos de que criadores já nascem geniais e, isolados em seus estúdios ou laboratórios, e assim concebem as grandes descobertas, não passa de um equívoco.

As grandes inovações vêm das percepções e observações do cotidiano humano. Quem as consegue capturar, passa do anonimato para a próxima etapa.

O maior diferencial para quem quer empreender é a capacidade de dar o primeiro passo, deixando de lado sua idealização apenas na cabeça, tangibilizando-a fisicamente.

Devemos sempre planejar nossas ações e assim darmos “um passo de cada vez”, analisado os riscos para evitarmos causar mais dor do que felicidade. O equilíbrio é essencial em tudo em nossas vidas.

Com base nestes anos de aprendizagem, seguem algumas dicas para os empreendedores que estão em busca de investimentos terceiros.

Quando forem apresentar suas idéias para alguém estejam preparados. O tempo é o bem mais precioso do mundo. Se alguém esta abrindo seu tempo para escutá-lo, aproveite-o muito bem!

Com o mesmo afinco, chegue mais cedo. Isso se traduzirá em respeito e abrirá portas com mais serenidade. Criar um ambiente amistoso sempre te favorecerá.

Trazer um plano de negócios nunca substituirá seu desempenho ao vivo. Para mudar de fase você precisa demostrar conhecimento e racionalidade em suas propostas.

Papéis não representem nada se o coadjuvante principal não conseguir chamar a atenção! Assim, dedique-se em levar a paixão a fim de conquistar quem você quer ao seu lado.

O que vale é olhar nos olhos de quem você quer conquistar e demonstrar o quanto você esta preparado. Lembrem-se, todos os dias em nossas vidas são de superação.

Carregue a humildade. Ela faz a diferença! Humildade não é uma fraqueza, e sim um modo diferente de perceber o mundo. Isso demonstra uma característica crucial – valorizar quem está ao seu lado.

Simplicidade não se traduz em facilidade, mesmo assim traga-a em tudo quando estiver dissertando sobre sua tese. Esta ação poderá se traduzir em clareza para quem está escutando, dando mais pontos para você.

As pessoas precisam perceber valor e quando isso acontece, você as tem para os próximos minutos. É como um jogo. Você ganha vida para seguir na próxima etapa.

Sua proposição precisa simbolizar um poder transformador capaz de transcender as limitações humanas, assim não peça dinheiro nas fases iniciais, peça envolvimento.

Demostre serenidade em afirmar que você está procurando por pessoas que acreditem em você e que juntas serão mais fortes, habilidosas e capazes de transformar simples ideias em grandes realizações.

Empreender é receber “não” diariamente, traduzindo isso num “sim” para seguir sempre adiante. É crucial entender que este é um esforço com afinco procurando realizar sem nunca desistir – aglutinar.

Lembre-se, para viabilizar algo é preciso construir um ambiente inteligente capaz de engajar o público desejado com o seu propósito.

Procuro por alegações que corporifiquem o melhor dos nossos valores humanos, assim compactuo da visão do Larry Page, fundador da Google, ao conversar com startups: você está trabalhando em algo que possa mudar o mundo?

Acredito que para os próximos 50 anos, as empresas engajadas em transformar escassez em soluções serão as empresas que mais receberão investimentos.




Ricardo Cancela é entusiasta em inovação, empreendedor, palestrante e conselheiro em empresas