10/11/2017
CIDADE
Parnaíba planeja novas avenidas, ciclovias e pontes
Diretor do Demutran revela os detalhes do Plano de Mobilidade Urbana em toda a cidade
Haydée Eloise Ribeiro
Planos. Projetos em Alphaville vão de curto, a médio e longo prazo, de acordo com Daniel Cunha, diretor do Demutran

Na última terça-feira (31), a prefeitura de Santana de Parnaíba, por meio da secretaria de Planejamento e Meio Ambiente, realizou mais uma etapa do Planmob - Plano de Mobilidade Urbana.

O encontro ocorreu no Cine Teatro Coronel Raymundo. “Na ocasião, os presentes puderam conhecer o plano constituído, após a realização das consultas públicas. Agora segue para conhecimento do poder executivo e assim ser aprovado para a implantação”, afirma Daniel Pedro Ribeiro da Cunha, diretor do Demutran e assessor do secretário de Segurança. O plano contempla também Alphaville e Tamboré, com novas pontes e vias.

Foram três etapas de consultas públicas, alcançando todas as regiões do município, de abril a setembro. “Teve presença bem intensa de Alphaville e Tamboré, desde moradores à sociedade civil organizada”, conta Cunha.

Uma das consultas públicas ocorreu no Colégio Tom Jobim, na avenida Marcos Penteado de Ulhôa Rodrigues, em Alphaville. Na semana passada, foi apresentado um caderno com o diagnóstico e o plano de mobilidade urbana, consolidando propostas de intervenções de curto, médio e longo prazo. “Transporte público e caminhabilidade por calçadas, ciclovias e meios não motorizados estiveram presentes em quase todas as regiões. Para estes casos, há a implantação de uma nova rede de serviços de transporte urbano, um plano de calçadas e ciclovias, além de abertura de novas vias para dar alternativas as que se encontram com algum nível de saturação. Este é um plano com horizonte de 20 anos”, destaca ele.

Alphaville e região
Entre as propostas, o plano contempla a construção de uma ponte ligando a avenida Universitário (Via Parque) à estrada dos Romeiros, na altura do condomínio Tarumã, passando por cima do Rio Tietê. “Essa obra é de médio a longo prazo”, destaca o diretor.

Outra ação, prevista a curto prazo, é a construção de uma ciclovia ligando o bairro Colinas ao Tamboré e a Alphaville, alcançando a Via Parque. “Essa ciclovia percorrerá toda a avenida Marcos Penteado. Já comecei a estimar custos”, afirma ele.

Há, ainda, a previsão de novas vias, que envolvem desapropriações e licenciamentos ambientais. “Prevemos a construção de uma via que sairá da avenida Pacífico Sul, a do Melville, estendendo-a até a Marcos Penteado e, dessa, por trás dos condomínios, até a estrada de Ipanema, como alternativa à avenida Yojiro Takaoka”, destaca.

O anel perimetral 3 está em fase de licenciamento ambiental, ligando o Itahyê ao bairro São Pedro. Na segunda quinzena de novembro, inicia-se a operação para simular intervenção na rotatória da alameda América e avenida Paiol Velho, “e levantar estatísticas para isso”, finaliza Cunha.