02/11/2017
CIDADE
Febre Amarela: Barueri sem risco
Cidade não não possui registros de febre amarela, mas segue em alerta
Katherine Cifali
UBs. Postos de Parnaíba e Barueri oferecem a vacina gratuitamente. Foto: Victor Silva

O Centro de Vigilância Epidemiológica “Prof. Alexandre Vranjac” solicitou que alguns municípios da região promovessem campanhas de vacinação, em decorrência também da confirmação do óbito pelo vírus de 13 macacos e um idoso de 76 anos em Atibaia, a cerca de 80 quilômetros de Alphaville. Uma dessas cidades é Santana de Parnaíba, que até o dia 18 de novembro disponibiliza a dose nas UBS.

Barueri não está entre os municípios considerados em situação de risco e não possui registros de febre amarela, mas ainda assim, segue em alerta e monitorando supostos casos de macacos contaminados. No entanto, a cidade continua disponibilizando a vacina, porém apenas para fins de viagens internacionais, áreas de mata ou cidades com casos de febre amarela. Os interessados com esses propósitos encontraram a vacina na UBS José Francisco Caiaba, na avenida da Aldeia, 230 - Aldeia de Barueri, UBS Maria Francisca de Melo, na Estrada dos Pinheiros, 523, Parque Viana, UBS Pedro Izzo, na rua Everest, 26, Jardim Esperança, UBS Amaro José de Souza (Rua Petrolina, 178, Jardim Mutinga ou no Serviço de Atendimento Especializado (SAE), no Centro, o agendamento é feito pelo telefone 4198-4120.

Com relação à morte de macacos pela febre amarela, vale reforçar que primatas não humanos contaminados não transmitem o vírus, o único transmissor da febre amarela é o mosquito. Portanto, a prefeitura de Barueri pede que a população não mate ou tente envenenar macacos supostamente contaminados. A recomendação é de que o munícipe entre em contato com os órgãos responsáveis no 4198-5679 (Visa), 4199-1400 (Guarda Civil Ambiental) ou 4199-1500 (secretaria de Recursos Naturais e Meio Ambiente).