01/09/2017
CIDADE
Detecta começa a operar em Barueri
Polícias abortam roubo de carga na região antes mesmo do sistema Detecta começar a funcionar na cidade
Haydée Eloise Ribeiro Maciel
Apesar da contínua queda nos índices de criminalidade, secretaria quer reduzi-los ainda mais (Foto: Victor Silva/Folha de Alphaville)

Antes do funcionamento das câmeras do Detecta - suas operações começam sexta-feira (1º), a Guarda Civil Municipal (GCM) de Barueri e a Polícia Militar conseguiram abortar um roubo de carga na avenida Piracema, na última terça-feira (29), por volta das 7h30. O crime envolveu dois veículos, teve dois presos e a vítima e carga foram salvas.

Segundo Dr. Ednelson Jesus Martins, delegado do 2° DP de Alphaville, onde foi feita a ocorrência, três pessoas, armadas, em um veículo modelo Clio estavam estacionados na Piracema, quando um deles entrou na frente, a pé, de uma Fiorino, que levava produtos eletro e eletrônicos vendidos na internet e provavelmente entraria na Rodovia Castello Branco para realizar entregas. O motorista desceu rapidamente e recebeu voz de assalto. Em seguida, foi colocado dentro do Clio.

“Transeuntes que passavam na hora pelo local ligaram para a PM e a GCM. Quando o bandido visualizou a GCM, largou a Fiorino e fugiu”, conta Martins. A Polícia Militar realizou uma perseguição ao Clio, abordando o veículo no bairro Engenho Novo. “A vítima já havia sido deixada entre Santana de Parnaíba e Pirapora do Bom Jesus”, acrescenta. O carro bateu em um poste. Nas redes sociais, moradores comentaram sobre um arrastão na av. Jussara, no ponto onde motoristas viram à esquerda ao lado de um viaduto e de um motel para acessar a Castello Branco.

A reportagem da Folha de Alphaville conversou com a Polícia Militar, que diz não ter registrado nenhum arrastão nessa região na referida data. Talvez os motoristas tenham visto o bandido, armado, que largou a Fiorino e fugia dos Guardas Municipais. Porém, moradores disseram que havia homens bem armados, que roubaram vários carros no local.

Detecta
Nessa sexta-feira (1), começa a operar em Barueri o sistema Detecta, do governo do Estado. “As câmeras do videomonitoramento da cidade vão acessar a base de dados do Estado”, ressalta Regina Mesquita, secretária de Segurança e Mobilidade Urbana. O Detecta é um sistema que correlaciona informações com rapidez para auxiliar o trabalho das polícias Militar, Civil, Científica e, agora, da Guarda Municipal de Barueri. “Conseguimos, em tempo real, visualizar informações sobre alertas e incidentes de todo o sistema como, por exemplo, pessoas procuradas pela Justiça ou veículos furtados, roubados ou que estejam envolvidos em algum crime”, explica Wanderson Aparecido de Jesus, responsável pelo Departamento de Videomonitoramento e Comunicações da Secretaria de Segurança.

“O sistema cruza esses dados com o reconhecimento óptico que as câmeras inteligentes fazem das placas dos automóveis e emite um alerta para a nossa central de rádio quando há a identificação de alguma ocorrência”, destaca Jesus, citando que o mapa eletrônico permite verificar a localização geográfica do alerta.  Já para Marcus Aparecido Guedes Ramos, comandante da Guarda de Barueri, o Detecta vai aumentar ainda mais a sensação de segurança no município. “Isso inibe ações delituosas. Quando um carro entrar em Barueri, mesmo se foi furtado em outra cidade, já aparece no nosso radar”, afirma ele.

Segundo dados da Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo, a criminalidade continua em queda em Barueri. Pelo sétimo mês seguido neste ano, o município registrou diminuição nos crimes patrimoniais. O total de ocorrências (furto, roubo e furto ou roubo de veículos) em 2017 caiu 27%, na comparação com o acumulado no mesmo período do ano passado. Mesmo com esses índices positivos, a expectativa da Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana é reduzir ainda mais a criminalidade. “Com certeza, haverá com o Detecta redução no índice de roubos e furtos de veículos na região”, afirma o delegado Ednelson Jesus Martins, do 2° DP de Alphaville.