03/08/2017
CIDADE
Após alta de roubo de celular, GCM sugere evitar uso na rua
Campanhas para sua utilização, cuja porcentagem de roubo chega a 70%
Haydée Eloise Ribeiro Maciel
Segundo estatísticas da SSP-SP, crimes caem 27% e Barueri tem o 1º semestre mais seguro em seis anos

Na última reunião do Conseg Alphaville e Tamboré, a Guarda Civil Municipal de Barueri enfatizou diversas questões, como arrastão em pontos de ônibus e instalação de 17 novas câmeras operando na região. E foi ressaltado o roubo de aparelhos celulares, considerado um bem precioso.

Segundo a GCM, houve um acréscimo no roubo de celulares. Foi feito, inclusive, um alerta: tomar cuidado ao caminhar pelas calçadas usando o aparelho.

Outro fator ligado ao celular é o número de acidentes no trânsito que ocorrem devido ao seu uso indevido pelo motorista. Muitos querem enviar mensagem de dentro do veículo, se distraem e acabam ocorrendo colisões rápidas.

A porcentagem de roubo de celulares chega a 70% em média dos roubos (exceto carro) em Barueri. Alguns presentes ligados à área de segurança na reunião enfatizaram a importância de campanhas em relação a esse assunto.

Campanha
O Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) começará a Campanha de conscientização sobre o uso do celular ao volante no mês de agosto. Diante do elevado índice de autuações inerente ao manuseio do telefone celular ao dirigir, foi constatado que essa prática aumenta em 400% as chances de causar acidentes.

A campanha trará de forma sucinta, mas direta, a importância na mudança de atitude do condutor, trazendo questões e exemplos que o façam refletir, visando sempre o bem maior que é a vida.

A iniciativa começou dia 1 e se estende até o último dia de agosto. Serão colocadas faixas educativas em alguns pontos do município e realizadas ações educativas com distribuição de panfletos em dias e locais pré-determinados.

Entre os dizeres do panfleto “em formato de celular” estão: “Atropelamento causado por uso do celular ao volante é considerado homicídio doloso”, “Uma tela sempre terá conserto e uma vida?” e “Não use o celular ao dirigir”.

Índices
Ainda falando de segurança, conforme estatísticas da Secretaria da Segurança Pública do estado de São Paulo (SSP-SP), a soma de crimes contra o patrimônio (roubos, furtos e veículos subtraídos) no primeiro semestre de 2017 foi menor do que no mesmo período dos últimos 6 anos. Com relação a 2016, a redução foi de 27%. “Barueri foi a única cidade da região a diminuir estas ocorrências pelo sexto mês consecutivo. A tendência é que os crimes continuem em baixa no município, pois ampliamos o número de câmeras do vídeo monitoramento e estamos em fase de integração ao Detecta”, diz Regina Mesquita, secretária municipal de Segurança e Mobilidade Urbana, citando o programa estadual de compartilhamento de informações captadas por câmeras inteligentes de várias regiões.

Na comparação de junho de 2017 com mesmo mês de 2016, os dados também apontam queda nas ocorrências de furto (-40,7%), furto de veículo (-33,3%), roubo (-29%) e roubo de veículo (-11,1%).

O primeiro semestre de 2017 ainda foi o com melhores resultados, desde que as estatísticas passaram a ser computadas (em 2002), no quesito veículos roubados ou furtados. A quantidade de automóveis subtraídos na cidade nunca foi tão baixa e ficou 46% abaixo da média do período.