14/07/2017
CIDADE
Novo Fórum deverá ser inaugurado no início de 2019
Obra Prefeito de Barueri e secretário visitaram futuras instalações na Vila Porto 
Mauro Dottori, da construtora MPD, (à esq.), com Piteri (de azul claro) e Furlan (à sua dir.) visitam o projeto (Foto: Allison Roberto/Prefeitura de Barueri/Divulgação)

As obras do novo prédio do Fórum da Comarca de Barueri estão com quase 15% dos serviços realizados e a previsão de conclusão é em dezembro de 2018.  O novo prédio, em fase de execução de fundação e pré-moldados, está sendo erguido na avenida Sebastião Davino dos Reis, entre o espaço que sediava a PUC de Barueri e a secretaria de Mulher, na Vila Porto.

Na semana passada, o prefeito de Barueri, Rubens Furlan (PSDB), acompanhado do secretário de Obras e vice-prefeito, José Roberto Piteri, esteve no local e comentou que o novo prédio para o Poder Judiciário está sendo esperado há mais de 20 anos. “Chega uma hora em que a necessidade faz com que a obra tenha que ser feita. A importância do município e o número de empresas aumentaram. Então não tem outra situação, se não dotar a cidade deste equipamento e, dentro dele, vai se fazer justiça para todo nosso povo. E pelo que estamos imaginando e pelo o andar da construção, até o final do ano que vem estaremos entregando essa obra.”

O prédio abrigará magistrados e funcionários do Poder Judiciário e está sendo executado pela prefeitura em convênio com o Tribunal de Justiça de São Paulo. Além da construção, o Poder Executivo é responsável pela doação do terreno que terá 16.408 metros quadrados de área construída. Com projeto arquitetônico moderno, o espaço visa reunir no futuro endereço todos os serviços prestados na atual sede, que hoje funciona na rua Ministro Raphael de Barros Monteiro, no Jardim dos Camargos, e em outros pontos da cidade. O objetivo é contemplar todas as necessidades do Fórum.

O novo Fórum de Barueri terá três pavimentos: térreo, inferior (garagens) e superior e instalações como varas, cartórios, tribunal do júri e celas; bancos, diversas salas, dormitórios para jurados, recepção, tesouraria, protocolo e arquivo. De acordo com o projeto, o fórum terá espaços que permitirão acessos separados aos presos, juízes, promotores e familiares dos detentos em dias de julgamentos. Os magistrados, por sua vez, poderão chegar às suas salas e aos locais de audiências de forma independente – utilizando-se de elevadores e passarelas.

A comarca de Barueri foi instalada em 1964. Atualmente tem 6 varas cíveis, 2 criminais, uma Vara do Juizado Especial Cível e Criminal e uma Vara da Fazenda Pública e um Juizado Digital.