07/07/2017
CIDADE
Multas caem 32%, mas os motivos se repetem
Em Alphaville, é comum ver motoristas falando ao celular, infração gravíssima
Lucia Camargo Nunes
Estacionar em desacordo com a regulamentação da zona azul é uma das campeãs de multas (Foto: Victor Silva/Folha de Alphaville)

O órgão de trânsito que integra a secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana de Barueri, o Demutran, divulgou essa semana um balanço das multas de trânsito na cidade. Se por um lado elas caíram 32,2% (na quantidade de multas na cidade) nos cinco primeiros meses de 2017, em Alphaville as infrações continuam sendo a mesmas de sempre.

A queda nas infrações de trânsito, de acordo com o Demutran, pode ser atribuída ao esforço do órgão em orientações e educação no trânsito.
O coordenador de Trânsito, Edson Orrin, relata que o número de multas diminuiu justamente porque os motoristas, tanto os de Barueri quanto os de fora, têm correspondido às orientações. “Obviamente aqueles que não cumprem essas orientações são devidamente autuados”, ressalta o responsável pelo Demutran.

A redução é ainda mais expressiva quando se verifica o aumento no número de veículos emplacados ou transferidos para Barueri. “Em maio de 2016 era uma frota de 220 mil veículos. Um ano depois, subiu para 267 mil, mas houve 10 mil multas a menos”, informa Orrin. A redução de multas no período de janeiro a maio de 2017 (na comparação com o mesmo período de 2016) foi de 25,8% nos veículos com placa de Barueri. E de 35%, em veículos de outros municípios.

Para o Demutran, essa queda não significa impunidade e um indicativo que ilustra bem isso é o recuo, neste ano, de 42,7% nas infrações “estacionar em desacordo com a regulamentação – estacionamento rotativo”, enquadramento que penaliza quem desrespeita a Zona Azul. Considerando apenas os meses de maio, a quantidade de cartões Zona Azul adquiridos foi mais do que três vezes maior em 2017.

O Demutran diz priorizar segurança e fluidez no trânsito, de maneira uniforme na cidade. Exemplo disso é que a variação de multas até maio, em Alphaville e Tamboré foi bem próxima à dos demais bairros somados: total de -32,4% (Alpha e Tamboré), e -32% (outros). Em Alphaville, as infrações mais comuns são: estacionar em local/horário proibidos especificamente pela sinalização; estacionar em desacordo com a regulamentação no estacionamento rotativo e dirigir manuseando telefone celular.

Para o Demutran, não apenas as condições da via interferem em acidentes, mas o comportamento dos condutores e algumas atitudes, como imprudência e negligência, sendo responsáveis por 90% dos acidentes, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde).