19/05/2017
CIDADE
Radares começam a autuar no 2º semestre em Parnaíba
Prefeitura de Santana de Parnaíba está licitando aparelhamento necessário
Thieny Molthini
Lombada eletrônica, em frente à administração de Alphaville/Tamboré. Foto: Tânio Marcos/Folha de Alphaville

Quase seis meses após serem instalados, os radares da avenida Yojiro Takaoka devem começar a multar ainda este ano em Santana de Parnaíba. A prefeitura afirma que o objetivo do projeto é atuar em caráter preventivo e educativo.

Os aparelhos foram colocados em novembro do ano passado, em dois locais da avenida Yojiro Takaoka para realização de testes. Uma lombada eletrônica (que mostra a velocidade do veículo) foi instalada próxima à base da Regional Alphaville, sentido Barueri, e outras câmeras foram instaladas na Praça da Paz (entre as avenidas Yojiro Takaoka, Marcos Penteado de Ulhôa Rodrigues e Universitário).

Os radares ainda não estão registrando infrações, mas agora a prefeitura está licitando todo o aparelhamento necessário para o funcionamento do sistema, assim a previsão é que a operação em Alphaville seja ativada no segundo semestre deste ano, incluindo outros pontos com elevada incidência de acidentes e ocorrências em todo o município.

Segundo informações dadas à reportagem quando os aparelhos foram colocados, em 2016, a lombada eletrônica verifica apenas a velocidade do veículo e tem um caráter ainda mais educativo. Já as câmeras da Praça verificam, além de excesso de velocidade, avanço de semáforo e veículos parados em passagem de pedestre.

Ainda não foram divulgadas informações sobre velocidade definitiva nos locais.

Radares na Praça da Paz, que identificam velocidade, avanço de semáforo e veículos parados na faixa de pedestre. Foto: Tânio Marcos/Folha de Alphaville

Sistema
A prefeitura de Parnaíba reforça ainda que as câmeras não vão, apenas, averiguar velocidade. As infrações desse tipo farão parte de um sistema mais amplo que integra câmeras de monitoramento ao sistema de segurança, o Detecta que, disponibilizado pela secretaria de Estado da Segurança Pública, possibilita que os agentes saibam se o automóvel foi roubado, furtado ou se está com alguma restrição. Esse sistema de monitoramento integrado já ocorre em alguns pontos estratégicos da cidade, como Centro histórico, terminal rodoviário, nos parques municipais Colinas da Anhanguera e Parque São Pedro e no bairro Vila Esperança.

Vizinha
Vale lembrar que em Barueri, embora existam projetos, não há radares em funcionamento ou em testes.