19/04/2017
CIDADE
Zé Roberto planeja a Superliga A
A expectativa do técnico, agora, é a de acertar o patrocinador do time feminino
Haydée Eloise Ribeiro
Guimarães está na expectativa para saber do futuro da equipe de voleibol de Barueri

Parabéns Zé Roberto! Essa frase é uma das mais ouvidas pelo técnico do Hinode Barueri que agora faz parte da Superliga A, ou seja, do campeonato de elite do voleibol brasileiro. “Não é possível fazer absolutamente nada sem o apoio da população, da sua presença. A identificação deles com o time foi super importante nesse campeonato”, afirma José Roberto Guimarães, que também comanda a Seleção Brasileira feminina.

Agora, a expectativa é em torno de patrocinadores para o trabalho recomeçar. “Gostaríamos que a Hinode permanecesse. A parceria deu certo”, enfatiza o técnico, que dependendo do retorno, estudará outras propostas. A prefeitura continua oferecendo a infraestrutura e logística. Em junho, começam os treinos para a Superliga A, que inicia em outubro.

Um dos destaques do time, a curitibana Suelle Oliveira, recém-moradora de Alphaville, está muito feliz pela conquista. “Não só pelo título, mas pelo o que ele simboliza. Há seis meses não se havia nem sequer equipe, mas o Zé Roberto conseguiu nos convencer de que tudo isso valia a pena para a realização de um sonho”, afirma Suelle.

Guimarães sonha em transformar Barueri em um dos maiores centros de voleibol do Brasil. “A cidade possui uma das melhores infraestrutura que conheço no mundo. São 13 ginásios cobertos, 20 modalidades esportivas, cada uma com seu espaço para treinamento”, ressalta.

Hoje são 600 crianças nas escolinhas e 60 nas categorias de base, que retornam à cidade. “Não se busca apenas jogadores para seleção, mas é uma oportunidade de inclusão social, de estudar em boas escolas, com bolsas, inclusive fora do Brasil”, diz Guimarães.