16/12/2016
CIDADE
Paletes abandonados geram empregos
Oportunidade Moradora de Barueri viu nas cinzas da queima da madeira uma oportunidade de negócio e desenvolvimento
Jordânia Pereira da Silva criou a Cooperativa Unindo Forças

Jordânia Pereira da Silva trabalhava como lavadeira no Vale do Sol, em Barueri (SP). Todos os dias, porém, ao colocar as roupas para secar em seu quintal, se incomodava com as cinzas que caíam sobre as vestimentas lavadas e sujavam as peças. Ao investigar, descobriu que as cinzas eram provenientes de paletes de madeira sem serventia, queimados frequentemente em um terreno próximo de sua casa.

Foi então que a líder comunitária viu nessa situação desafiadora uma oportunidade de trabalho e de ganhar uma renda extra.
Juntou-se a 20 pessoas da sua comunidade, em sua maioria mulheres que não encontravam oportunidades no mercado formal, e pediu o apoio da prefeitura para organizar uma cooperativa.

A Fundação Alphaville, que é considerada uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público e promove a construção de novas soluções para o desenvolvimento (das pessoas e dos territórios), deu todo o apoio ao projeto.

A Fundação, ciente de que se tratava de uma iniciativa com grande potencial de inclusão social, preservação do meio ambiente e geração de emprego e renda, deu apoio técnico para a capacitação do grupo em cooperativismo e suporte na legalização da atividade.
Surgiu, assim, a Cooperativa Unindo Forças, que conseguiu se estabelecer e atualmente oferece oportunidade para 20 pessoas.
Dez anos depois do início dessa parceria, a Cooperativa, além de proporcionar uma melhora significativa na autoestima da comunidade, gera uma renda média mensal de R$ 500 para seus 20 cooperados.

Além disso, a Cooperativa possui uma parceria com a Tok&Stok, que revende seus móveis nas lojas em todo o país.
Para comemorar a primeira década da iniciativa, os colaboradores da Alphaville Urbanismo e parceiros foram convidados para a ação intitulada “Dia do Bem”.

Essa ação organizada pela Fundação Alphaville, consiste na revitalização do galpão da cooperativa, que ganhará uma nova pintura e paisagismo, no próximo domingo (dia 18).
A reabertura do galpão está programada para a próxima quinta-feira (22), às 11h, em cerimônia comemorativa para celebrar os dez anos do projeto, em uma nova fase, maior e mais estruturada para atender às novas solicitações que a Cooperativa recebe.